Notícias
0

Em Toronto, Biekarck conquista 9ª medalha pan-americana

Ele não deixou de trazer medalha de nenhum Pan em que participou. E não foram poucos. Contando com Toronto, Claudio Biekarck tem nove pan-americanos em sua trajetória como velejador. O primeiro foi na Cidade do México (1975), na classe Finn. Desta estreia na competição, ele já trouxe a medalha de prata. Depois, na Lightning, veio o ouro em Caracas (1983), o bronze em Indianópolis (1987) e Havana (1991), a prata em Mar de Plata (1995) e Winnipeg (1999), e outras três medalhas de bronze no Rio de Janeiro (1997), em Guadalajara (2011) e, agora, em Toronto (2015).

A conquista nos Jogos Pan-Americanos deste ano se deu ao lado de Gunnar Ficker e Maria Hackerott, na classe Lightning. Eles cruzaram a linha de chegada da Medal Race, a regata final, em último lugar, mas a boa campanha ao longo da fase classificatória fez a equipe brasileira terminar com 43 pontos perdidos no geral – pontuação que nos proporcionou a presença verde-amarela no pódio.

Com seis pontos perdidos a menos, a equipe americana de Justin Coplan ficou com o bronze. E o ouro foi dos argentinos, comandados por Nicolas Fracchia, que terminaram com uma boa vantagem, de 12 pontos para os vice-campeões.

Fotos: Twitter/@PanSail_Medal

Fotos: Twitter/@PanSail_Medal

Na Sunfish, entre 12 barcos, João Hackerott terminou em quarto lugar, com apenas um ponto perdido a mais que o chinês Andres Ducasse, que ficou com a medalha de bronze. A prata foi de Luke Ramsay, do Canadá, e o ouro ficou para o equatoriano Jonathan Mawiyn.

Patrícia Freitas leva segundo ouro pan-americano na RS:X

Na J/24, a equipe comandada por John King, que teve Guilherme Hamelmann, Daniel Santiago e Alexandre Saldanha a bordo, o Brasil ficou com a quinta colocação. O ouro ficou para a Argentina, com a equipe de Matias Pereira, a prata foi para os canadenses, com Terry McLaughlin no timão, e os chineses comandados por Matías Seguel, terminaram com a medalha de bronze.

Bimba garante quarto ouro pan-americano na prancha à vela

Tanto na classe Snipe, com Alexandre Paradeda e Georgia Silva, quanto na Hobie Cat 16, com Bruno Oliveira e Claudio Luiz Teixeira, as duplas brasileiras não foram para a Medal Race e terminaram o Pan de Toronto na sexta colocação. Na Snipe, o ouro foi de Fernando Pacheco e Raul Andres Choudens, de Porto Rico. Já na Hobie Cat, o topo do pódio ficou para Irene van Blerk e Jason Castillo, da Guatemala.

Robert Scheidt conquista a medalha de prata no Pan de Toronto

  • mail

Há 0 comentários

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>